A manifestação em ato na adolescência: testemunho do desamparo

Roberta Araujo Monteiro, Mônica Medeiros Kother Macedo

Resumen

Por meio de uma pesquisa de cunho qualitativo, buscou-se compreender as manifestações de dor psíquica via ato no cenário da adolescência contemporânea e promover recursos facilitadores à adesão de um posterior atendimento psicanalítico. Participaram do estudo três adolescentes com idades entre 14 e 18 anos com comportamentos de risco. Cada adolescente participou de uma série de quatro entrevistas abertas que, juntamente com uma ficha de dados sociodemográficos, constituiu seu Estudo de Caso. A análise dos dados obtidos foi feita pelo método de Análise Interpretativa de Frederick Erickson. Foram identificadas no trabalho com os dados quatro asserções: a presença de fragilidade psíquica, a ausência de perspectivas de vida, a distorção de aspectos típicos da adolescência e a potencialidade de criação de recursos psíquicos a partir da experiência de escuta para esses adolescentes.

Palabras clave

Adolescência; Ato; Escuta; Psicanálise

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))
Copyright (c) 2016 Roberta Araujo Monteiro, Mônica Medeiros Kother Macedo