Psicologia Social, História Cultural e Filosofia da Diferença: a análise de documentos

Flávia Cristina Silveira Lemos, Dolores Galindo, Ana Carolina Farias Franco, Fernanda Teixeira Barros Neta, Cinthia de Castro Santos Tavares Monteiro

Resumen

Esse artigo é um ensaio teórico e visa descrever alguns procedimentos de pesquisa, na articulação entre a Psicologia Social, a História Cultural e a Filosofia da Diferença, a partir da análise de documentos como metodologia e modalidade de resistência. São analisados alguns processos de subjetivação, modalidades de relações de poder e práticas de produção da verdade na pesquisa documental, às quais possibilitam romper com cristalizações e abrir passagens para novas histórias. Para tanto, suportes são trazidos da Michel Foucault, Gilles Deleuze, Félix Guattari, Michel de Certeau, Roger Chartier, Peter Burke e Paul Veyne. A estética das existências pode ser efetuada pelas avaliações éticas nas pesquisas e pelas posições políticas, constituídas no trabalho de análise histórica e documental. Contribuições da Psicologia Social podem ser agenciadas à Filosofia da Diferença, alicerçadas em ferramentas da História Cultural e, assim, permitir estudos que acionam resistências e criação de possíveis.

Palabras clave

História Cultural; Filosofia da Diferença; Psicologia Social; Documentos; Subjetividades

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))

Métricas de artículo

Cargando métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM
Copyright (c) 2015 Flávia Cristina Silveira Lemos, Dolores Galindo, Ana Carolina Farias Franco, Fernanda Teixeira Barros Neta