Contribuições dos Estudos sobre Deficiência para atuação de psicólogas(os) na Política de Assistência Social Brasileira

Gelson Panisson, Marivete Gesser, Marcela de Andrade Gomes

Resumen

Neste ensaio, apresentamos contribuições dos Estudos sobre Deficiência para a construção de práticas psicossociais voltadas à garantia dos direitos humanos na Política de Assistência Social. Ao abordar a deficiência de forma crítica, dentre as contribuições desse campo de estudo para a prática dos psicólogos, destacam-se: a) a crítica ao modelo biomédico e a desconstrução de lógicas que produzem exclusão das pessoas que divergem do padrão normativo; b) a compreensão da deficiência como uma categoria de análise, com base em uma perspectiva interseccional e política; c) a crítica ao capacitismo e seus efeitos na marginalização das pessoas desviantes do ideal de normalidade; d) a ética do cuidado e as noções de dependência e interdependência como princípios norteadores da Política de Assistência Social. Consideramos a relevância de promover práticas psicossociais voltadas a uma perspectiva contra a patologização e discriminação tanto das pessoas com deficiência quanto das demais expressões da desigualdade social.

Palabras clave

Estudos sobre Deficiência; Psicologia; Assistência Social

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))

Métricas de artículo

Cargando métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM
Copyright (c) 2018 Gelson Panisson, Marivete Gesser, Marcela de Andrade Gomes