Consumo de alcohol en una comunidad quilombola del noreste brasilero

Magda Dimenstein, Victor Hugo Belarmino, Jáder Ferreira Leite, João Paulo Sales Macedo, Igor Tavares Silva, Candida Dantas, Antonio Alves Filho

Resumen

Objetivamos identificar os padrões de uso de álcool entre homens e mulheres de uma comunidade quilombola do Rio Grande do Norte, Brasil. Buscamos, ainda, conhecer os sentidos do consumo alcoólico, identificar as estratégias, recursos de cuidado utilizados e oferta de apoio social. Utilizamos as ferramentas: Questionário Sócio-demográfico (64 famí-lias), o Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT) e entrevistas semi-estruturadas (n=12). Identificamos maior uso problemático nos homens (50,1%. n=61) comparado às mulheres (8,2%. n=32). Os sentidos sobre consumo de álcool pelos homens se relaciona-ram como estratégia de socialização, aprovação social e prazer e pelas mulheres como resolução de problemas e enfrentamento das condições de vida. Houve pouco reconhe-cimento de apoio social, baixa procura aos serviços de saúde, com estratégias de cuidado voltadas para a dimensão religiosa e familiar. Concluímos que as condições de vida aliadas aos lugares sociais de gênero interferem nos padrões de consumo da bebida.

Palabras clave

Saúde mental; Apoio social; Comunidade quilombola; Álcool

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))

Referencias

Aragão, Ellen Ingrid Souza; Portugal, Flávia Batista; Campos, Mônica Rodrigues; Lopes, Claudia de Souza, & Fortes, Sandra Lúcia Correia Lima (2017). Distintos padrões de apoio social percebido e sua associação com doenças físicas (hipertensão, diabetes) ou mentais no contexto da atenção primária. Ciência & Saúde Coletiva, 22(7), 2367-2374. http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232017227.26712015

Azevedo, Cissa; Pessalacia, Juliana Dias Reis; Mata, Luciana Regina Ferreira da; Zoboli, Elma Lourdes Campos Pavone & Pereira, Maria da Graça (2017). Interface between social support, quality of life and depression in users eligible for palliative care. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 51, e03245.

Babor, Thomas F.; Higgins-Biddle, John C.; Saunders, John B.; Monteiro, Maristela G.; (2001). The alcohol use disorders identification test: Guidelines for use in primary care (second edition) [manual]. Geneva: World Health Organization.

Batista, Luís Eduardo (2005). Masculinidade, raça / cor e saúde. Ciência & Saúde Coletiva, 10(1), 71-80. https://doi.org/10.1590/S1413-81232005000100013

Bessa, Marco Antonio (2010). Contribuição à discussão sobre a legalização de drogas. Ciência & Saúde Coletiva, 15(3), 633-636. https://doi.org/10.1590/S1413-81232010000300004

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria Executiva (2003). A Política do Ministério da Saúde para atenção integral a usuários de álcool e outras drogas. Brasília: Ministério da Saúde.

Brasil. Ministério da Saúde (2013). Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa. Departamento de Apoio à Gestão Participativa. Política Nacional de Saúde Integral da População Negra: uma política para o SUS.2. ed. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2013

Brasil. Presidência da República. Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (2009). Relatório brasileiro sobre drogas. Brasília: SENAD.

Brites, Riany Moura Rocha & Abreu, Ângela Maria Mendes de (2014). Padrão de consumo de bebidas alcoólicas entre os trabalhadores e perfil socioeconômico. Acta Paulista de Enfermagem, 27(2), 93-99. https://doi.org/10.1590/1982-0194201400018

Canesqui, Ana Maria & Barsaglini, Reni Aparecida (2012). Apoio social e saúde: pontos de vista das ciências sociais e humanas. Ciência & Saúde Coletiva, 17(5), 1103-1114. https://doi.org/10.1590/S1413-81232012000500002

Cardoso, Luiz Gustavo Vieira; Melo, Ana Paula Souto & Cesar, Cibele Comini (2015). Prevalência do consumo moderado e excessivo de álcool e fatores associados entre residentes de Comunidades Quilombolas de Vitória da Conquista, Bahia, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 20(3), 809-820. https://doi.org/10.1590/1413-81232015203.12702014

Costa, Albanita Gomes da & Ludermir, Ana Bernarda (2005). Transtornos mentais comuns e apoio social: estudo em comunidade rural da Zona da Mata de Pernambuco, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, 21(1), 73-79. https://doi.org/10.1590/S0102-311X2005000100009

Costa, Pedro Henrique Antunes da; Mota, Daniela Cristina Belchior; Paiva, Fernando Santana de & Ronzani, Telmo Mota (2015). Desatando a trama das redes assistenciais sobre drogas: uma revisão narrativa da literatura. Ciência & Saúde Coletiva, 20(2), 395-406. https://doi.org/10.1590/1413-81232015202.20682013

Crives, Miranice Nunes dos Santos & Dimenstein, Magda (2003). Sentidos produzidos acerca do consumo de substâncias psicoativas por usuários de um programa público. Saúde e Sociedade, 12(2), 26-37. https://doi.org/10.1590/S0104-12902003000200004

Decreto nº 4.887, de 20 de novembro de 2003. Regulamenta o procedimento para identificação, reconhecimento, delimitação, demarcação e titulação das terras ocupadas por remanescentes das comunidades dos quilombos de que trata o art. 68 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias.

Dimenstein, Magda; Lima, Ana Izabel & Macedo, João Paulo (2013). Integralidade em saúde mental: coordenação e continuidade de cuidados na Atenção Primária. In Simone Paulon e Rosana Neves (Orgs.), Saúde Mental na Atenção Básica: a territorialização do cuidado (pp. 39-60). Porto Alegre: Sulina.

Dimenstein, Magda; Macedo, João Paulo Sales; Leite, Jader; Dantas, Candida & Silva, Monique Pfeifer Rodrigues da (2017). Iniquidades Sociais e Saúde Mental no Meio Rural. Psico-USF, 22(3), 541-553. https://doi.org/10.1590/1413-82712017220313

Ferreira, Luciano Nery; Sales, Zenilda Nogueira; Casotti, Cezar Augusto; Bispo Júnior, José Patrício & Braga Júnior, Antônio Carlos Ricardo (2011). Perfil do consumo de bebidas alcoólicas e fatores associados em um município do Nordeste do Brasil. Cadernos de Saúde Pública, 27(8), 1473-1486. https://doi.org/10.1590/S0102-311X2011000800003

Ferreira, Luciano Nery; Bispo Júnior, José Patrício; Sales, Zenilda Nogueira; Casotti, Cezar Augusto & Braga Junior, Antonio Carlos Ricardo (2013). Prevalência e fatores associados ao consumo abusivo e à dependência de álcool. Ciência & Saúde Coletiva, 18(11), 3409-3418. https://doi.org/10.1590/S1413-81232013001100030

Gomes, Ingrid Meireles; Lacerda, Maria Ribeiro; Rodrigues Jéssica Alline Pereira; Camargo, Tatiana Braga de; Zatoni, Débora Cristina Paes & Nascimento, Verônica Silva (2016). O apoio da rede social no cuidado domiciliar. Escola Anna Nery, 20(3), e20160062.

Jaeger, Gustavo Pêgas (2016). Prevalência de transtornos relacionados ao uso de álcool e fatores associados entre adultos da zona rural de uma cidade de médio porte do sul do Brasil: estudo de base populacional. Dissertação de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia da UFPel.

Jomar, Rafael Tavares; Fonseca, Vitor Augusto de Oliveira; Abreu, Ângela Maria Mendes; & Griep, Rosane Harter (2015). Perfil do consumo de álcool de usuários de uma unidade de Atenção Primária à Saúde. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, 64(1), 55-62. https://doi.org/10.1590/0047-2085000000057

Laatikainen, Linda; Fleischmann, Alexandra; Gmel, Gerhard; Jernigan, David; Poznyak, Vladimir; Rehm, Jürgen Dag Rekve; Renström, Maria & Rylett, Margaret (2014). Alcohol and Public Health. In Vladimir Poznyak & Dag Rekve (Eds.), Global status report on alcohol and health 2014 (pp. 2-26). Luxembourg: World Health Organization- WHO.

Lim, Stephen S.; Vos, Theo; Flaxman, Abraham D.; Danaei, Goodarz; Shibuya, Kenji; Adair-Rohani, Heather & Ezzati, Majid (2012). Uma avaliação comparativa de risco de carga de doença e lesão atribuível a 67 fatores de risco e grupos de fatores de risco em 21 regiões, 1990-2010: uma análise sistemática para o Estudo Global da Carga de Doenças, 2010. Lancet, 380(9859), 2224-2260. http://doi.org/10.1016/S0140-6736(12)61766-8

Nascimento, Pedro (2016). Beber como homem: dilemas e armadilhas em etnografias sobre gênero e masculinidades. Revista Brasileira de Ciências Sociais, 31(90), 57-70. https://doi.org/10.17666/319057-70/2016

Oliveira, Fernando Bueno & D’abadia, Maria Idelma Vieira (2015). A perspectiva historiográfica sobre os quilombolas de Goiás (Séculos XVIII ao XXI). Revista Mosaico, 8(1), 11-18.

Oliveira, Graciele Cadahaiane de; Dell'Agnolo, Cátia Millene; Ballani, Tanimaria da Silva Lira; Carvalho, Maria Dalva de Barros & Pelloso, Sandra Marisa (2012). Consumo abusivo de álcool em mulheres. Revista Gaúcha de Enfermagem, 33(2), 60-68. https://doi.org/10.1590/S1983-14472012000200010

Páez-Zapata, Esteban & Posada, Isabel (2015). Significados al consumo de alcohol en habitantes de una comunidad rural, Antioquia, Colombia, 2010-2011. Revista Ciencias de la Salud, 13(1), 77-90. https://doi.org/10.12804/revsalud13.01.2015.06

Parada, María; Corral, Montserrat; Caamaño-Isorna, Francisco; Mota, Nayara; Crego, Alberto; Rodríguez Holguín, Socorro & Cadaveira, Fernando (2011). Definición del concepto de consumo intensivo de alcohol adolescente (binge drinking). Adicciones, 23(1), 53-63. https://doi.org/10.20882/adicciones.167

Pelicioli, Marina; Barelli, Cristiane; Gonçalves, Carla Beatrice Crivellaro; Hahn, Siomara Regina & Scherer, José Ivo (2017). Perfil do consumo de álcool e prática do beber pesado episódico entre universitários brasileiros da área da saúde. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, 66(3), 150-156. https://doi.org/10.1590/0047-208500000016

Pignatti, Marta Gislene; Barsaglini, Reni Aparecida & Senna, Giselle Dantas (2011). Envelhecimento e rede de apoio social em território rural do Pantanal matogrossense. Physis: Revista de Saúde Coletiva, 21(4), 1469-1491. https://doi.org/10.1590/S0103-73312011000400016

Portaria nº 3.088, de 23 de dezembro de 2011. Institui a Rede de Atenção Psicossocial para pessoas com sofrimento ou transtorno mental e com necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

Portaria nº 992, de 13 de maio de 2009. Institui a Política Nacional de Saúde Integral da População Negra. Recuperado de: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2009/prt0992_13_05_2009.html

Reisdorfer, Emilene; Büchele, Fátima; Pires, Rodrigo Otávio Moretti & Boing, Antonio Fernando (2012). Prevalence and associated factors with alcohol use disorders among adults: a population-based study in southern Brazil. Revista Brasileira de Epidemiologia, 15(3), 582-594. https://doi.org/10.1590/S1415-790X2012000300012

Ronzani, Telmo M.; Costa, Pedro Henrique A. & Paiva, Fernando S. (2016). Fatores associados ao uso do álcool em assentamentos rurais. Em Magda Dimenstein, Jáder Leite, João Paulo Macedo & Candida Dantas (Orgs.), Condições de vida saúde mental em contextos rurais (pp. 281-296). São Paulo: Intermeios.

Shield, Kevin D.; Monteiro, Maristela; Roerecke, Michael; Smith, Blake & Rehm, Jürgen (2015). Alcohol consumption and burden of disease in the Americas in 2012: implications for alcohol policy. Revista Panamericana de Salud Publica, 38(6), 442-449.

Silveira, Camila Magalhães; Silveira, Clóvis Castanho; Silva, Janaina Guzzardi da; Silveira, Lígia Magalhães; Andrade, Arthur Guerra de & Andrade, Laura Helena Silveira Guerra de (2008). Epidemiologia do beber pesado e beber pesado episódico no Brasil: uma revisão sistemática da literatura. Archives of Clinical Psychiatry, 35(Suppl. 1), 31-38. https://doi.org/10.1590/S0101-60832008000700008

Silveira, Celso. L.; Budó, Maria de Lourdes D.; Ressel, Lúcia. B.; Oliveira, Stefanie G. & Simon, Bruna S. (2011). Apoio social como possibilidade de sobrevivência: percepção de cuidadores familiares em uma comunidade remanescente de quilombos. Ciência, Cuidado e Saúde, 10(3), 585-592. https://doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v10i3.17190

Spink, Mary Jane Paris; Medrado, Benedito & Mello, Ricardo Pimentel. (2014). Vinte e cinco anos nos rastros, trilhas e riscos de produções acadêmicas situadas. Em: Mary Jane Paris Spink, Jaqueline Brigadão, Vanda Nascimento & Mariana Cordeiro (Orgs.), A produção de informação na pesquisa social: compartilhando Ferramentas (pp. 13-30). Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisas Sociais.

Souza, Jacqueline de & Kantorski, Luciane Prado (2009). A rede social de indivíduos sob tratamento em um CAPS ad: o ecomapa como recurso. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 43(2), 373-383. https://doi.org/10.1590/S0080-62342009000200017

Souza, Luiz Gustavo Silva; Menandro, Maria Cristina Smith & Menandro, Paulo Rogério Meira (2015). O alcoolismo, suas causas e tratamento nas representações sociais de profissionais de Saúde da Família. Physis: Revista de Saúde Coletiva, 25(4), 1335-1360. https://doi.org/10.1590/S0103-73312015000400015

Métricas de artículo

Cargando métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM
Copyright (c) 2019 João Paulo Sales Macedo, Jáder Ferreira Leite, Igor Tavares Silva, Magda Dimenstein, Victor Hugo Belarmino, Candida Dantas, Antonio Alves Filho